Produtos + Soluções

As necessidades energéticas da FS Bioenergia são atendidas pela cogeração de energia a partir do uso de biomassa. A biomassa é empregada como combustível e consumido em um sistema a vapor que, ao operarem com maior eficiência, propiciam a redução do consumo de combustível e aumento da geração de excedentes de eletricidade. A capacidade de cogeração é de 130.000 MWh, possibilitando a comercialização da produção excedente capaz e abastecer uma cidade de até 55 mil habitantes.




Perguntas e respostas

Não. O processo de destilação utilizado em usinas de etanol é muito completo, e como o álcool é muito volátil (evapora facilmente), qualquer álcool restante é perdido durante o processo de secagem usado para produzir os coprodutos da FS.
Não necessariamente. Atualmente, não existem sistemas de classificação que definem e regulam os padrões de qualidade de coprodutos de etanol de milho como os que existem para milho e outros grãos. A cor dos ingredientes de ração historicamente têm sido utilizadas como um indicador subjetivo da quantidade de danos causados por calor e, consequentemente, da digestibilidade reduzida de aminoácidos. Como resultado, a cor se tornou um fator de avaliação de qualidade para alguns compradores de coprodutos de etanol. No entanto, um coproduto com cor mais escura muitas vezes não indica a digestibilidade reduzida de aminoácidos para aves e suínos, pois a produção moderna de coprodutos e as tecnologias de secagem minimizam os danos causados pelo calor. Muitos fatores influenciam na cor dos coprodutos e, em alguns casos, coprodutos com coloração mais escura na verdade aumentam o valor nutricional. Portanto, outras medidas utilizadas em laboratórios comerciais que definem a qualidade nutricional devem ser utilizadas como uma forma mais precisa de avaliação do valor nutricional.
O teor de umidade no Ouro e no Essential geralmente fica entre 10-13%. Além disso, existe um risco mínimo de deterioração durante o transporte e o armazenamento na fazenda ou fabrica, caso tenha um vazamento de água nas instalações. O Ouro e o Essential podem ser armazenados em bags para serem misturados com as quantidades adequadas de fibras. No entanto, uma vez que o bag não é hermético pode ocorrer a compressão do DDGS. Quando misturados corretamente, o Ouro e o Essential têm boa fluidez em armazenamento, linhas de alimentação e alimentadores.
Sim. Diversos estudos realizados nos últimos anos mostram que a pigmentação da gema do ovo e da pele de aves melhora drasticamente quando os produtos de etanol de milho são adicionados à dieta. Atualmente, existem dados limitados sobre o conteúdo de xantofila no Essential, porém, a amostragem inicial indica que pode variar de 20 a 40 ppm. Embora o nível de concentração de xantofila seja significativamente menor do que o nível encontrado no farelo de glúten de milho (de 180 a 200 ppm), ele ainda contribui para uma quantidade significativa de pigmento na dieta de aves e, como resultado, menos pigmentos sintéticos precisam ser adicionados à dieta para alcançar a pigmentação desejada na gema do ovo e na pele. Isso pode representar uma economia significativa no custo da dieta.
- Contêm um valor maior de energia metabolizável, porém, O DDGS contém um teor inferior de proteína e de aminoácidos digestíveis (o Ouro contém cerca de 20% de proteína bruta, enquanto que o Essential contém 43% de proteína bruta) em comparação com o farelo de soja que contém entre 44-48% de proteína bruta. <br> - Os coprodutos da FS possuem quase o mesmo conteúdo total de fósforo encontrado no farelo de soja, mas é muito mais digestível do que o fósforo que farelo de soja e milho. Isso ocorre porque a forma química indigesta do fósforo (fitato) em milho é convertida em um fosfato altamente digestível durante o processo de fermentação para produzir etanol e coprodutos. <br> Isso resulta em uma significativa vantagem nutricional e em redução de custos para o uso de coprodutos da FS na alimentação animal já que os nutricionistas podem reduzir a quantidade necessária de suplementação de fósforo inorgânico na dieta para atender às necessidades de fósforo digestível dos animais. Além de reduzir o custo da dieta e o teor de fósforo no estrume oferece suporte a um desempenho ideal do consumo de ração para suínos e aves.
Não. Porque cada produto é formado por seu “pacote de nutriente” presente em diversas proporções e quantidades. Os três nutrientes mais caros em rações animais são energia, aminoácidos e fósforo. Dependendo dos preços relativos dos ingredientes, os coprodutos da FS substituem parcialmente algumas das fontes de energia, aminoácidos e fósforo em dietas comerciais dos animais. Em dietas típicas de milho e soja, os coprodutos da FS podem substituir parcialmente alguns dos suplementos de milho, farelo de soja e fósforo inorgânico, e a quantidade substituída depende do preço, dos métodos utilizados para a formulação da dieta e das espécies de animais que são alimentadas com estes coprodutos.

FS Bioenergia nas redes sociais
© 2017 | Todos os direitos reservados